Portado por : Felipe Marques quarta-feira, 14 de outubro de 2015

i love paraisopolisPara evitar mais desgastes com um segmento do público que lhe vem sendo cada vez mais arredio, a Globo cortou uma sequência da novela das sete, “I Love Paraisópolis”, em que uma adolescente seria apedrejada por evangélicos radicais na saída de um terreiro de umbanda.
Inspirada em fato real, a cena que iria ao ar na segunda-feira (12), foi substituída por um atropelamento mal-explicado, que deixou a garota, Lilica (Thainá Duarte), com um corte na testa. Segundo uma fonte, executivos ficaram temerosos de a sequência parecer uma provocação gratuita aos evangélicos justamente em um momento em que a emissora tem tido dificuldades para vencer uma novela bíblica, “Os Dez Mandamentos” da Record, e sofre rejeição de temáticas mais ousadas em suas novelas das nove.
A Globo, por meio de assessoria de imprensa, preferiu entrar em detalhes sobre o motivo pelo qual a sequência não foi exibida. “A trama dos personagens se desenrola atendendo a decisões dramatúrgicas e artísticas”, respondeu o setor de comunicação.
No roteiro do capítulo original entregue aos atores, Lilica e sua mãe, Deodora (Dani Ornellas), apareciam voltando do centro de umbanda, na favela de Paraisópolis, onde a garota passaria por um ritual de iniciação e seriam abordadas pelos radicais. “Sua macumbeira! Não tem vergonha, não? Vai pro terreiro fazer despacho e ainda leva a filha!”, gritaria um deles. “Nós vamos fazer justiça, em nome de Jesus!”, diria outro, antes de arremessar a pedra. No final da cena, os agressores seriam expulsos por Eva (Soraya Ravenle), que também é evangélica.

Deixe seu comentário

Feed posts | Feed comentários

Populares

Arquivos

TOP1@Copyright Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.

Visitas

- Copyright © Top 1 | Séries de Web -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -